Buscar

Playstation vai duplicar o investimento em exclusivos

O teu apoio ajuda a manter o site online e a crescer ainda mais. Podes apoiar através do nosso Patreon, do Buy me a Coffee ou através de um Donativo. Obrigado pelo apoio!

O presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment, Jim Ryan, comprometeu-se a duplicar a estratégia de desenvolver experiências únicas ao longo da actual geração, para a Playstation 5 e o novo dispositivo de realidade virtual, que ainda não foi revelado.


No seu discurso perante a Nikkei (via VGC), o líder da PlayStation revelou que a empresa tem investido "silenciosamente" na criação de software first-party de primeira qualidade, ao mesmo tempo que admite que pode avançar para novas aquisições para enriquecer as capacidades de desenvolvimento interno.

"Temos investido silenciosamente em jogos de grande qualidade para a PlayStation e vamos garantir que a geração PS5 terá mais software dedicado do que nunca", disse ele. "Também temos vindo a avançar para aquisições e associações, que incluíram a Insomniac Games nos EUA. Não vamos afastar essa opção no futuro".
ps5 dualsense

O lançamento do PS5 tem sido um sucesso para a Sony, que fez questão de incluir algumas ofertas fisrt-party no catálogo de lançamento. Em antecipação, outros exclusivos estão a caminho, The Returnal da Housemarque chega na próxima semana, seguido de Ratchet & Clank: Rift Apart em Junho, Horizon Forbidden West algures durante 2021, e depois há o God of War Ragnarök, o London Studio trabalha numa nova propriedade intelectual, e essas são apenas as coisas que a Sony escolheu tornar públicas.


Assim, não podemos falar dos exclusivos da PlayStation sem mencionar também o Gran Turismo 7, que será lançado em 2022, e o mundo também tem estado a discutir o remake de The Last of Us. Para além do investimento extra em exclusivos, Jim Ryan garantiu a aceleração do fabrico de novas unidades PS5, o que porá fim aos problemas de escassez nos diferentes mercados.


Além disso, o CEO garantiu que a empresa tem toda a intenção de continuar a publicar os seus jogos no PC, que será assim uma plataforma cada vez mais agnóstica. Depois da Horizon, seguir-se-ão Days Gone, com a possibilidade de títulos como The Last of Us ou Ghost of Tsushima, que os jogadores de PC têm ansiado, acabarem por dar o salto.

Uma gamer de gema desde a sua tenra idade, Mary Jane adora o mundo do gaming, desde a simples injeção da tomada à montagem do seu PC Gaming. Envergonhada por natureza, não gosta de partilhar as suas redes socias, mas responde aos vossos comentários.