Buscar

Kevin Feige explica porque WandaVision não poderia ser o próximo filme do MCU

O teu apoio ajuda a manter o site online e a crescer ainda mais. Podes apoiar através do nosso Patreon, do Buy me a Coffee ou através de um Donativo. Obrigado pelo apoio!

Kevin Feige explicou porque é que WandaVision, a primeira série dos Estúdios Marvel, "não podia ser apenas um filme" - e porque é que "só podia ser feito para a televisão".

Quando, em 2018, o então CEO da Disney, Bob Iger, abordou Feige sobre a evolução e expansão do MCU na Disney+, na altura em que o serviço de streaming da empresa se aproximava, foi como uma oferta para construir a franquia como nunca antes tinha sido.

Com estreia de Avengers: Endgame e com a conclusão da Infinity Saga, que se iniciou com Iron Man, em 2008, Feige começaria a desenvolver os primeiros projectos televisivos do estúdio que se ligariam directamente às longas-metragens da MCU.


A estreia da Marvel no mundo da TV seria feita com WandaVision, que mistura décadas de sitcoms clássicos, enquanto desvenda um mistério sobre Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) e Vision (Paul Bettany).

"Wanda e Vision são personagens das histórias em quadrinhos que apenas víamos na superfície do cinema, interpretadas por actores tão espectaculares, e apenas sabíamos superficialmente o que eles poderiam fazer. Dar destaque aos actores que interpretam essas personagens foi a principal razão para querer fazer WandaVision." - revelou Feige à Variety.
"A forma como o fizemos deve-se, em grande parte, porque passei muito tempo em criança a ver televisão e a ver repetições sindicalizadas de muitas sitcoms. E quando Nick at Nite apareceu - tenho idade suficiente para me lembrar de quando Nick at Nite era uma coisa nova e única - assisti a muito disso e fiquei ligado psicologicamente a muitas dessas personagens da televisão".

O amor de Feige pelo cinema inspiraria e influenciaria o MCU de 23 filmes, mas o estúdio ainda não tinha encontrado uma forma de integrar a apreciação de Feige pelas sitcoms clássicas como The Dick Van Dyke Show e Bewitched.


E é aí que surge a Disney+ !

"O que me dava conforto depois das aulas [e] conforto a altas horas da noite eram esses programas de televisão. Foi o maior aspecto da minha juventude e o que me transformou, para o melhor e para o pior, na pessoa que sou hoje. Nunca tínhamos sido capazes de realmente utilizar [aquilo]" - disse Feige. "O meu amor por todo o tipo de filmes e filmes de género foi absolutamente dexpresso nos 23 filmes que já nos viram fazer nos estúdios Marvel, mas sobre esse aspecto do meu passado, ainda não tínhamos tido a possibilidade de fazer algo com ele."

Juntamente com o desenvolvimento da Disney+, foi a famosa mini-série da Marvel Comics The Vision - que descreve o sintético titular como o chefe de uma família android em Leave It To Beaver-style suburbia - que ajudou ao nascimento da WandaVision.

"[The Vision] foi o que me levou a dizer, 'Vamos olhar para isto e juntar as duas coisas,' e levar para o ar o que é agora a nossa primeira série Disney+ , de forma que não poderia ser apenas um filme." - disse Feige. - "Não se trata apenas de um filme longo na Disney+". Iremos fazer mais programas do género, mas sendo este o nosso primeiro, foi ótimo fazer algo que só podia ser feito para a televisão."

WandaVision já se encontra em exibição no Disney+.