Buscar
  • PM

Hawkeye: Episódio 4 Explicado, Referências e Easter Eggs

O episódio 4 de Hawkeye traz de volta uma personagem importante da Marvel, revisita o passado de Clint Barton, e dá-nos uma mão cheia de Easter Eggs. Eis a análise ao episódio!

 
 

Spoilers para o 4º episódio de Hawkeye


Enquanto a contagem decrescente para o Natal de Clint continua, o episódio 4 de Hawkeye abre a última porta do calendário de advento da Disney+ para os ovos da Páscoa (easter eggs) do MCU e da Marvel no geral. Apesar do tema festivo, Hawkeye leva Clint Barton de Jeremy Renner e Kate Bishop de Hailee Steinfeld para um território surpreendentemente pouco natalício.


Quer seja o luto de Barton por Natasha, ou Bishop a receber o tratamento frio do seu ídolo dos Vingadores, a série de Hawkeye mostra bem a gravidade da vida de um super-herói.


Ao escapar de um raspanete da mãe de Kate Bishop e do padrasto (e aparentemente confirmando que Clint não tem história com Jack Duquesne no MCU como tinha mencionado na análise ao episódio anterior), os amigos arqueiros unem-se numa maratona de filmes, pizza, e como matar alguém com uma simples moeda.


A coisa dá para o torto quando o Gavião Arqueiro descobre a localização do relógio do episódio 1, que foi roubado dos pertences dos Vingadores, e parte para o recuperar com Kate como sua assistente ( demasiado) voluntária. A missão vai pelo cano depois de Echo e Yelena Belova aparecerem - a primeira na tentativa de caçar Ronin e a segunda que foi enviada para matar Barton por Val como vimos na cena de pós-créditos de Viúva Negra.


E com a perda da sua melhor amiga em Vormir, Clint continua a sofrer com visões frequentes e decide que não quer o mesmo destino para a jovem rapariga que o idealiza. Cortando (literalmente), a ligação com ela.


Vê Também: Hawkeye: 10 fatos que desconheces sobre Echo, a nova personagem da série

Felizmente, a montanha-russa emocional do episódio 4 deixa cair uma meia dúzia ou mais de easter eggs ao longo do caminho. Existem referências diretas às bandas desenhadas da Marvel, alusões ao passado não visto do Hawkeye no MCU, e pistas subtis que apontam para o espírito das reviravoltas natalícias ainda a chegar.


Vamos então começar com as referências e easter eggs neste episódio.


#1 - O Erro de Jack é uma referência a outra versão de Hawkeye

hawkeye episodio 4

O primeiro easter egg surge do encontro entre Jack e Clint, quando este lhe aponta uma espada ao pescoço, e cara a cara com um Vingador no seu apartamento (ou devo dizer no da sua mulher), Jack Duquesne esforça-se por recordar o nome de super-herói de Clint Barton, gaguejando: " És... és o Arqueiro (Archer)", antes de Barton o corrigir e dizer que se chama Hawkeye.


Ora, Jack referindo-se ao Gavião como "Archer", pode ser uma referência para duas versões alternativas do herói da Marvel. O verdadeiro nome deste na Terra-9602 era Clinton Archer, enquanto na Terra-712 tinha o nome Golden Archer e Black Archer, além de usar o apelido de Hawkeye.


#2 - A Caneca do Jack

Hawkeye episodio 4

Após esse momento mais tenso, vemos os 4 sentados à mesa, num momento bastante desconfortável, e que até tem uma espada a separar os dois pares, de um lado os arqueiros e do outros, os “pais preocupados”, só que não.


Ora, mas nesta parte, o mais interessante a destacar é a caneca de Jack, que apresenta um padrão de hexágonos e várias abelhas. Isto pode ser uma referência a Wandavision, visto que na série, a Wanda prendeu todos os habitantes dentro de um hexágono, e num certo episódio, que foi quando as coisas também começaram a dar para o torto, foi quando apareceu um Apicultor que mais tarde descobrimos que era apenas um agente da SHIELD.


Contudo, isto não quer dizer que possa haver alguma conexão entre as duas séries de um modo mais direto, mas será sem dúvida uma dica para a mesma. Isso, ou poderá ser uma referência ao Breaking Bad, onde o ator que interpreta Jack, Tony Dalton, também faz parte, e este tipo de desenhos são similares ao de essa série.


#3 - Hawkeye não revela a Eleanor que tem filhos

Após a conversa à mesa, a mãe de Kate “acompanha” Clint à porta e mete os pontos nos is. Implorando ao Gavião para não pôr em perigo a sua filha, Eleanor Bishop pergunta se o Vingador é ele próprio pai - apenas para ser encarada com uma cara de semi-sorridente sem confirmação se o é ou não.


Este pequeno pormenor é mais uma dica aos Avengers: Era de Ultron, em que revelou que a família Barton vivia num esconderijo super-secreto, conhecido apenas por alguns dentro da SHIELD. Desde então, Clint obviamente soltou um pouco as rédeas - aparecendo publicamente com os seus filhos em "Rogers": The Musical" e num restaurante em Nova Iorque - mas ainda mantém um ar de secretismo quando estranhos não confiáveis estão a intrometer-se com a família.


E visto que o tom com que Eleanor fala da Natasha e da sua morte, esta mulher parece mais estar a fazer uma ameaça ao nosso herói, é visto já termos falado que a riqueza dela pode ter origem em fontes menos limpas, isto é um ponto a termos em mente para o futuro da série. Talvez ela tenha conexões a Val ou até mesmo ao “Kingpin” Wilson Fisk, visto ela mais à frente fazer uma chamada para alguém dizendo que é urgente, com um tom de preocupação na sua voz.


#4 - Madame Masque a caminho?

Por falar em Eleanor Bishop como uma estranha não confiável, muitos fãs suspeitam que a mãe de Kate é na realidade Madame Masque da Marvel Comics, ou pelo menos conhece-a.


Brincando com essa teoria, várias peças de arte penduradas no pano de fundo do episódio 4 mostram uma mulher de rosto em branco, algo semelhante à aparência tradicional de Madame Masque. A primeira dica pode ser vista no apartamento Bishop depois de Hawkeye sair, e há um segundo desenho na parede inferior direita da casa de Echo.


#5 Outra referência a Wilson Fisk?

Após sair da casa de Eleanor, Clint é quem nos dá outra referência ao Kingpin. Na análise ao episódio anterior falei nos vários easter eggs e referências que me levavam a querer que quem está por trás de todo o submundo do crime em Hawkeye é na verdade um regressado personagem da Netflix, Wilson Fisk de seu nome. Que poderá fazer a sua estreia num futuro muito próximo do MCU.


Neste episódio, Clint em chamada com a sua mulher, refere-se talvez ao Rei do Crime com o termo “Big Guy” (Gajo grande), que pode ser mais uma referência à estatura do personagem da Marvel, ou simplesmente por ser ele quem comanda as tropas na cidade.


Também graças a esta conversa, surgiu a teoria entre os fãs que a mulher de Clint pode ser a versão da heroína da MCU de Mockingbird. Podes ver mais sobre isso neste artigo neste link.


#6 - Caneca do Thanos

Mais à frente vemos mais um easter egg para Thanos e mais um que nos chega numa caneca. As canecas estão em força neste episódio não estão?


Parece que a frase “Thanos estava certo” está a tornar-se popular dentro do mundo do MCU e esta é a segunda vez que vemos a frase na série de Hawkeye. Anteriormente vimos a mesma num urinol de uma casa de banho, onde até vimos Clint a considerar a ideia, e não quer dizer que a tenha abraçado, mas pelo menos está a tornar-se apegada a ele.


Temos de arranjar umas canecas daquelas não temos?


#7 - Falta de Flechas

gif

De seguida, ficamos a saber que o Arqueiro está com falta de setas, o que nunca devia acontecer!


Após a sequência de perseguição do episódio 3, Hawkeye deixou os fãs a perguntarem-se de onde vinham as setas especiais de Clint Barton. Ele retirou-se da SHIELD, e Hank Pym não se encontra propriamente na posição de fornecedor do Gavião, por isso, a menos que Tony Stark esteja a fabricar armas a partir do além, as setas especiais devem estar com baixo stock.


Para absoluto desânimo de Kate Bishop, o episódio 4 de Hawkeye confirma isso mesmo. À parte algumas pontas de flecha, a aljava de Jeremy Renner está quase esgotada de setas especiais, revelando outra consequência da trágica morte de Tony Stark.


#8 - Flechas Boomerang

Ora e com isto em mente, a Kate tem mais uma das suas brilhantes ideias, Flechas Boomerang. Mas Hawkeye acredita que o conceito de "flecha bumerangue" de Kate Bishop é ridículo e impraticável... no entanto, ele não dizia isso na banda desenhada de 2012 da Matt Fraction.


Durante uma sequência de perseguição com a máfia de fatos de treino (que inspirou bastante o episódio 3 de Hawkeye), a última seta de Kate Bishop não é uma seta Pym, mas uma seta bumerangue, que ela dispara para atingir o seu adversário de fato de treino nas costas. Curiosamente, é Clint que privilegia as flechas bumerangues no material de origem, e Kate que as considera inúteis.


#9 - Clint demonstra o seu “superpoder”

Com o continuar da conversa, Hawkeye demonstra a Kate Bishop como o seu verdadeiro talento não é o tiro com arco e flecha, mas a precisão insana em termos gerais, ao desligar a televisão atirando um pequeno enfeite de Natal pela sala.


Este truque traz para o MCU um Hawkeye mais em sintonia com os livros de banda desenhada, onde Clint pode atirar objectos de todo o tipo com precisão mortal - incluindo palitos de dentes e as suas próprias unhas.


Sim, é estranho o gajo.


#10 - Memórias pesadas


Após uma noite de diversão festiva, Clint Barton acomoda-se a mais uma noite assombrada pelas suas próprias memórias trágicas. O Gavião volta a reviver a morte da sua família, consequência do "Blip", volta ver a morte da Viúva Negra, e há também filmagens nunca antes vistas de Ronin a matar gangsters.


O que pode indicar que talvez tenhamos mais Ronin na versão de Clint a caminho ou pelo menos em flashbacks.


#11 - Kate usa a mesma camisola que nas Comics

Ao relaxar com Hawkeye no apartamento da tia, Kate Bishop usa um top com a palavra Laika, que é o nome do cão russo que foi para o espaço.


Kate veste esta mesma peça de roupa na banda desenhada de Matt Fraction, que tem servido como inspiração principal para a série da Disney+ até agora.


#12 - Referência a outros vilões do Hawkeye

Mais à frente no episódio, quando Clint manda a sua aprendiz buscar mais flechas especiais, Kate Bishop encontra-se com uma polícia chamada Wendy Conrad - que é o verdadeiro nome da vilã de Hawkeye, intitulada de Bombshell, que fez a sua estreia em 1983. A referência até vai mais longe e inclui o nome da vila no saco que ela entrega a Clint. Talvez no futuro a possamos ver no papel da vilã, mas sendo uma personagem “fraquinha”, duvido que a Marvel a utilize.


Também representando a máfia da espada de espuma está Orval, que pode ser o Orville Bock do MCU - outro personagem com temática de projéteis da Marvel, mais conhecido como Oddball.


#13 - Referências a jogos

Quando Clint encontra todo aquele aparato no apartamento, vê que Kate trouxe o pessoal entusiasta por LARP (Live Action Role Playing), e nesse momento podemos ver algumas referências a jogos.


Um poster de Dungeons & Dragons aparece na parede do apartamento e abaixo do pôster também está uma prateleira de jogos, com o Tomb Raider em grande destaque. O que me deixa super feliz só de ver a capa do jogo ali, apesar de ser para a Xbox.


Embora os jogadores mais antigos se lembram de Lara Croft com as suas icónicas pistolas duplas, a mais recente encarnação é sobretudo conhecida por empunhar um arco e flecha, desenhando um paralelismo com Kate Bishop como uma famosa arqueira feminina.


#14 - Yelena Belova faz a pose da Black Widow

E finalmente chegamos à cereja no topo do bolo.


A Yelena Belova de Florence Pugh faz o seu regresso depois da cena pós-créditos da Viúva Negra. Ao combater Clint Barton com a cara tapada, muitos fãs teriam adivinhado a identidade da figura misteriosa através do seu estilo de luta. Mais particularmente porque Yelena fez a pose de Natasha Romanoff depois de ter arrancado Kate do cabo de rappel .


Yelena ridicularizou de forma hilariante a posição de marca registrada da Viúva Negra durante a sua aventura juntas, mas adoptou agora o movimento para si mesmo - provavelmente como tributo à sua irmã mais velha falecida.


#15 - Fato das Black Widows com os óculos

Yelena Belova tem um aspecto muito diferente em Hawkeye em comparação com Black Widow, mas o seu equipamento está longe de ser novidade. Yelena usa um equipamento de camuflagem preto muito semelhante, assim como os óculos de visão noturna verdes, durante as suas aventuras na banda desenhada, que obviamente inspiraram esta roupa na série.


As luvas de atordoamento vermelhas, por sua vez, são a versão das clássicas armas de Viúva Negra da Yelena, que pode ser o que diz a Clint Barton que o seu agressor é uma assassina da Sala Vermelha.


#16 - Um Déjà Vu de Vormir

Para fechar o episódio, Clint sofre um Déjà Vu que o lembra os acontecimentos de Vormir, onde perdeu a sua melhor amiga e companheira Vingadora.


Yelena Belova atira Kate Bishop de um telhado e faz com que Hawkeye experimente flashbacks da morte da Viúva Negra no planeta da Pedra da Alma, como se vê em Avengers: Endgame.


Ele está visivelmente em pânico, e a imagem de Clint Barton a estender desesperadamente a sua mão funciona como um espelho propositado para os momentos finais de Natasha. Enaltecendo a comparação, a série usa subtilmente de novo a música utilizada durante a cena de Vormir.


Após isto Clint tenta cortar relações com Kate num momento de grande tensão e que pode fazer uma lágrima cair a um homem graúdo. Mas como sabemos, eles não vão ficar por aqui.

gif

Ora e assim chego ao fim mais uma análise, desta vez ao quarto episódio de Hawkeye. Peço desculpa por esta ter demorado mais um pouco, mas não consegui antes escrever este artigo.


Que achaste deste episódio? Diz-me nos comentários.


E se quiseres partilhar teorias, és livre de o fazer. Se preferires, podes falar comigo através do twitter do @tretasdocromo sobre isto ou qualquer coisa sobre a DC, Marvel, The Witcher, Star Wars, ou outros temas geeks, "a porta" está aberta.

 

Sobre o autor do artigo:

Geek a tempo inteiro, PM é o fundador do projeto Tretas do Cromo. Podes segui-lo no Instagram em @senhor_pm, no twitter em @senhor_pm ou no facebook em @senhorpm.

 

O teu apoio ajuda a manter o site online, podes ajudar com uma das seguintes opções: