Buscar

God of War: Ragnarok será o último na mitologia nórdica

O estúdio que desenvolve o jogo, sente que um terceiro jogo, seria esticar demasiado a história.

 
god of war ragnarok playstation

God Of War: Ragnarok é a sequela do aclamado jogo de 2018 e de acordo com uma revelação dos estúdios da Sony Santa Monica Studios, irá encerrar a saga da mitologia nórdica, que, surpreendentemente não será uma trilogia.


Cory Barlog, director criativo do estúdio, conversou com o Youtuber Kaptain Kuba e quando confrontado com a questão de porque Ragnarok acaba a mitologia nórdica, ele respondeu que o tempo é a principal razão.

"Há várias razões, penso que uma das mais importantes é o tempo. O primeiro jogo levou cinco anos, o segundo jogo, não sei quanto tempo vai demorar, mas vou lançar que vai levar um tempo semelhante para ser desenvolvido".
"Então pensa-se, uau, um terceiro jogo com esse mesmo período de tempo, estamos a falar de um período de 15 anos apenas para uma história. Acho que isso está a ir longe demais. Sinto que estamos a pedir demasiado, dizendo que a conclusão dessa história vai demorar tanto tempo".

God Of War Ragnarok chegará em 2022 e dará continuidade a uma história centrada em Kratos e Atreus, onde a relação entre os dois é a base dos dois jogos, o que para a equipa se encaixa perfeitamente para dois jogos sem sentir que se estão a esticar demasiado.


Gostavas de ver um terceiro jogo na mitologia nórdica? Diz-me nos comentários, ou se quiseres, no meu Instagram em @iam_mary93.



 

Uma gamer de gema desde a sua tenra idade, Mary Jane adora o mundo do gaming, desde a simples injeção da tomada à montagem do seu PC Gaming. Também é viciada em em séries e num sofã. Podes segui-la no Instagram em @iam_mary93.

 

O teu apoio ajuda a manter o site online, podes ajudar através das seguintes maneira: