Buscar
  • Pudim

Eras da Disney: A Era de Guerra da Walt Disney Animation Studios

O teu apoio ajuda a manter o site online e a crescer ainda mais. Podes apoiar através do nosso Patreon, do Buy me a Coffee ou através de um Donativo. Obrigado pelo apoio!

Bem-vindos a mais uma era do estúdio de Walt Disney - o pai da animação. Esta é a segunda era da Disney. Se estiverem interessados em conhecer a primeira Era - Era de Ouro - basta visitar o novo espaço do Tretas do Cromo.

A cada domingo, iremos abordar um pouco sobre a Walt Disney Animation Studios.


O mundo durante a Era da Guerra:


A Era da Guerra inicia-se em 1943 e prolonga-se até 1949. Com a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial - em 1941 - uma parte dos estúdios Disney foram transformados em unidades militares americanas e para além disso, a equipa Disney sofreu diversas alterações visto que muitos dos seus funcionários foram recrutados. Deste modo, a empresa do "rato" entrou numa nova crise financeira, que já vinha desde o seu segundo lançamento.


Walt Disney procurou uma solução para salvar o seu sonho - novamente. Assim, os estúdios Disney começaram a retratar propagandas sobre a guerra, produzindo curtas tais como "A face do Führer" - vencedor do óscar de melhor curta-metragem de animaçãom e protagonizado por Pato Donald - um patriota americano que tem um pesadelo, mais propriamente que trabalhava numa fábrica nazi. Posteriormente, criaram-se filmes pacotes ou colectâneas onde se reuniam diversos curtas num só filme - simplificando a animação e reduzindo o investimento.


A preparação para a Era da Guerra:


Devido à guerra, foi imposta a proibição de emissão de filmes americanos em diversos países europeus - que correspondiam a um dos maiores mercados para a indústria cinematográfica. Dessa forma, Walt Disney embarca numa viagem com a sua equipa para conhecer a América Latina - Chile, Brasil, Peru e Argentina - contando com o apoio do governo dos Estados Unidos da América. Assim, o estúdio produziria filmes que permitiriam unir os povos e que pudessem trazer aliados para a Grande Guerra.


A Era da Guerra:

A Era da Guerra é dividida em 6 filmes.


Olá, amigos! (1943):

O primeiro filme desta Era trata-se de um live-action animado, que conta com 4 segmentos.

No primeiro segmento intitulado de "Lago Titicaca" - o Pato Donald - um turista americano - aprofunda o seu conhecimento sobre a cultura local.

De seguida, surge "Pedro" - este é um avião pequeno que terá de substituir o seu pai numa entrega de correspondência, sobrevoando o Chile.

"El Gaucho Pateta" - onde este é um cowboy que apresenta detalhes sobre o povo argentino ,com a ajuda do pampas argentinos.

E por fim - "Aquarela do Brasil" -. introduz uma personagem muito querida desta era, José Carioca, que juntamente com Donald exploram o samba e a cachaça.

pluto

Esta animação mostrou-se importante na quebra de preconceitos com a cultura e comunidade da América Latina e para a criação de uma relação estável entre as Américas.


Curiosidade:

Olá, amigos! é o longa-metragem mais curto da empresa do rato, contando apenas 42 minutos de duração.


A caixinha de surpresas (1945):

Após o sucesso do último filme, a Walt Disney Animation Studios cria uma animação em homenagem aos 10 anos de Pato Donald, onde este recebe 7 prendas que correspondem cada uma a um segmento do filme.

O primeiro segmento é "O pinguim friorento" chamado Pablo que procura terras mais quentes.

"O burrito voador" que vai em aventuras com o seu rapazinho pela Argentina.

De seguida, temos "Bahia" que retorna com a dupla Donald e Carioca numa aventura pelos pontos turísticos brasileiros e pela dança local, dando início à paixão do Pato por Aurora Miranda. Este filme desenvolve a técnica de interação entre o live-action e animação.

"Las Posadas" é o quarto segmento que mostra um grupo de crianças mexicanas numa procissão na véspera de natal, onde encontram uma festa da quebra da pinãta.

Segue-se "México: Pátzcuano, Vera Cruz e Acapulso" onde nos é apresentado Pachito - um galo mexicano que guia a dupla José Carioca e Pato Donald pelas praias, danças e canções do seu país, enquanto o pato mais famoso se apaixona pelas mulheres mexicanas.

O curta "Solamente una vez" cantada por Dora Luz no céu noturno da capital do México.

Por fim, "O surreal devaneio de Donald" que combina uma cena romântica entre o Pato e Carmen Molina e a tentativa do trio de lidarem com um touro bravo.

Carmen Molina

Curiosidade:

Este filme foi o último a ser lançado durante a guerra, visto que a 2ª Guerra Mundial acaba em 1945. No entanto, a Disney ainda iria demorar 5 anos a voltar à sua normalidade.


Música, Maestro! (1946):

Esta animação conta com 10 segmentos.

"A balada dos camponeses" é o primeiro e conta a história de um casal que é separado pelo vale entre montes que viviam. Contudo, este curta foi cortado nas versões mais recentes por tratar de maneira descuidada o uso e porte de armas.

Em segundo, temos um segmento que, inicialmente, seria para Fantasia "Canção do Lago Azul" que mostra uma representação da música do mesmo nome.

"O Lápis Musical" traz uma das poucas inovações da era, onde um lápis puxa a ação, mostrando a vida dos jovens na década de 40.

"Recital do amor" é uma balada de um amor perdido.

De seguida, temos um poema que conta a história de um jogador de baseball que se achava o centro do mundo, no curta "No ritmo de baseball".

A "Sinfonia a dois" é um live-action com sombras e animação de fundo que apresenta um casal a dançar.

" Pedro e o Lobo" representa o típico conto do menino que mentia, no entanto, este era ajudado por animais e cada um representa um som musical.

O curta "A dança dos instrumentos" mostra estes instrumentos com forma humana enquanto se divertem.

Quase no fim, temos " O casal de chapéus" que é separado quando um deles é vendido e o outro vai atrás do seu verdadeiro amor.

Finalmente, "Willie: a Baleia Cantora" - sonha em ser um cantor de ópera famoso, porém quando consegue realizar o seu sonho é morto por acharem que este tinha engolido cantores reais. Assim, Willie consegue um palco só seu - o céu.

Willie

Curiosidades:

O segmento "A Canção do Lago Azul" é um substituto da curta inicial "Clair de Lune" que se trata de uma a inspiração em um dos restaurantes da Disneyland.


A Batalha de Gigantes (1947):

Este filme é dividido em apenas dois segmentos:

O primeiro é "Bongo" - um urso explorado e mantido em cativeiro num circo, do qual foge mas que se depara com diversos problemas, visto que não conhece a vida na floresta. Este segmento é mais uma crítica do estúdio à maneira como os circos tratavam os animais.

"Mickey e o Pé de Feijão" traz o trio Pateta, Donald e Mickey de volta. Estes eram agricultores que passavam muitos dificuldades até que descobrem um castelo no céu, através de feijões mágicos.

disney mickey pluto donald

Curiosidade:

Mickey regressa apenas neste filme porque não queria que a imagem da sua maior criação fosse associado à guerra, à fome, à destruição.


Tempo de Melodia (1948):

Este filme conta com 7 segmentos :

"Era uma vez no Inverno" mostra um casal a divertir-se no gelo quando, após um desentendido, o gelo se parte e quase há uma tragédia. No entanto, o rapaz e os animais consegue salvar a rapariga.

O segundo segmento é "Dança do Zangão" - que retrata um pesadelo surrealista, onde uma abelha tenta fugir das imagens que se vão formando.

"Johnny Semente de Maçã" percorre os Estados Unidos a plantar macieiras e que aos poucos adquire a sua alcunha.

A curta seguinte mostra-nos coragem e determinação por parte do " Rebocador Apitinho" - um pequeno rebocador que tenta provar o seu valor e ser tão forte como o pai. Todavia, consegue criar diversos problemas no cais. Contudo, após uma grande tempestade, o Apitinho consegue salvar todos.

"Árvores" representa um visão lírica das estações do ano.

A dupla de Carioca e Donald regressa em "A culpa é do Samba" - onde as nossas aves famosas apresentam os segredos do ritmo brasileiro.

Para finalizar, "Pecos Bill" - o maior vaqueiro do Texas.

Curiosidade:

Na década de 50, o filme foi divido pelos seus segmentos e, por isso, conhecemos alguns deles. É o caso de "Era uma vez no Inverno" - que passava todos os invernos no Disney Channel Portugal.


As Aventuras de Sr. Sapo (1949):

O filme que mais se aproxima da Disney da Era de Ouro está dividido em dois segmentos.

O primeiro segmento tem o mesmo nome do filme e conta a história de J.T Sapo - um apaixonado/louco por carros a motor, que vai parar à prisão e tenta provar a sua inocência.

O último segmento da Era da Guerra é "A lenda de Sleepy Hollow" - onde Ichabod - um professor estranho - se apaixona por Katrina e, por isso, inicia uma enorme rivalidade com Boom.

O legado da Era da Guerra:


Esta Era é, provavelmente, a era mais esquecida da Disney visto que foge ao registo habitual da mesma e esta não se orgulha da visão que apresentaram sobre a bebida, o tabaco ou as armas nos filmes. O resultado deste desvio da Disney clássica é o esquecimento por parte de muitos fãs e a tentativa de "apagar" o passado.


Em Portugal, por exemplo, a Disney Plus apresenta apenas dois destes filmes, sendo eles: Olá, Amigos! e Batalha de Gigantes.


Na próxima semana abordaremos o regresso à Disney como a conhecemos através da Era de Prata.


Aficionada pela Disney e Marvel, a Pudim, faz vídeos sobre a cultura geek e looks e maquilhagens inspiradas em filmes e séries. Para verem mais procurem por @a._.pudim nas redes sociais.