Buscar

Doctor Octopus de Alfred Molina regressa em Spider-Man 3

A tua ajuda e apoio ajuda a manter o site online e a crescer ainda mais. Podes apoiar através do nosso Patreon, do Buy me a Coffee ou através de um Donativo. Obrigado pelo apoio!


Alfred Molina regressará como Doctor Octopus em Spider-Man 3, retomando o seu papel da franquia de Spider-Man de Sam Raimi para a Marvel Studios & Sony.


Embora só esteja marcado para chegar aos cinemas no final de 2021, Spider-Man 3 está actualmente a filmar e, como resultado, as informações sobre o elenco do filme foram reveladas nas últimas semanas.


Para além da Holland e do elenco de apoio de Spider-Man: Homecoming e Spider-Man: Far From Home, Spider-Man 3 testemunhou o acréscimo de um casting de outros heróis do MCU, assim como de vilões de franquias passadas do Spider-Man. Benedict Cumberbatch irá repetir o seu papel no MCU como Doctor Strange, servindo como o próximo mentor de Peter, depois do Iron Man de Robert Downey Jr. e do Nick Fury de Samuel L. Jackson.


Além disso, Jamie Foxx está a regressar como Electro de The Amazing Spider-Man 2 da Sony. E agora, a Marvel e a Sony colocaram um vilão da trilogia do Homem-Aranha de Raimi a regressar também.


THR relata que Molina irá retomar o seu papel como Dr. Otto Octavius, também conhecido por Dr. Octopus do Homem-Aranha 2.


A notícia foi inicialmente noticiada pela The GWW no mês passado. O relato do GWW indicou ainda que Molina estaria totalmente provido com os tentáculos metálicos do Doc Ock, e tinha começado a filmar cenas no mês passado. Nem a Marvel nem a Sony confirmaram tal informação.


Com a adição do Electro de Foxx e agora do Doc Ock de Molina, parece que a Marvel e a Sony estão a unir as três franquias live-action do Homem-Aranha. A Sony, claro, abriu o caminho para isto ao introduzir o multiverso em 2018 em Spider-Man: Into the Spider-Verse. A cena pós créditos desse filme confirmou que o filme Venom teve lugar noutro local do seu multiverso. Uma vez que a Sony ainda mantém os direitos cinematográficos do Homem-Aranha, tendo o estúdio feito um acordo com a Disney/Marvel para Peter Parker aparecer no MCU, faz sentido que as suas produções cinematográficas possam sobrepor-se e estabelecer a sua franquia de Spider-Verse para muitos filmes emocionantes no futuro.


Ainda assim, com o Spider-Man 3 agora incluindo não um, mas dois vilões de anteriores franquias de filmes do aranhiço, há uma preocupação sobre o excesso de conteúdo da história. Tanto o Spider-Man 3 de Raimi como o Amazing Spider-Man 2 foram criticados por incluírem demasiados vilões e assim esticarem a história demasiado fina para um filme de duas horas. Desde que a Marvel Studios assumiram a direcção criativa do cabeça de teia, com a sua incorporação no MCU, produziram dois filmes muito bem recebidos do Homem-Aranha. Assim, é inteiramente possível que a Marvel e a Sony possam criar um emocionante e convincente filme de multiverso em Spider-Man 3.