Buscar

Cyberpunk 2077: Estreia do jogo não estava prevista para 2020

Atualizado: Jan 17

O teu apoio ajuda a manter o site online e a crescer ainda mais. Podes apoiar através do nosso Patreon, do Buy me a Coffee ou através de um Donativo. Obrigado pelo apoio!

Cyberpunk 2077 foi classificado como sendo o jogo mais aguardado de 2020.

Contudo, os utilizadores da versão Xbox One e PlayStation 4 ficaram vivamente desapontados com o estado em que o jogo foi lançado já que este se apresentava repleto de bugs e muitos outros problemas.


Podemos ler num artigo, de autoria de Jason Schreier da Bloomberg, que os produtores da CD Projekt Red sabiam que o jogo não estava pronto para ser lançado em 2020.

De acordo com um dos produtores - "eles esperavam que o jogo estivesse pronto em 2022"- baseado no progresso conseguido em 2019.

Um dos maiores entraves encontrados pelos produtores prende-se com a tentativa de desenvolver o motor de jogo e o próprio título em simultâneo, uma decisão que um deles compara à "tentativa de conduzir um comboio enquanto as linhas estão a ser colocadas à tua frente ao mesmo tempo."


Os produtores enfrentaram estes desafios, acreditando que poderiam ultrapassar os obstáculos impostos, de forma semelhante à conhecida "BioWare Magic”.


No entanto, o jogo Cyberpunk 2077 foi produzido sob períodos de grande tensão e trabalho extraordinário obrigatório.


Foi através da sua conta Twitter, que Schreier adiantou que apesar das promessas da direção de que o crunch não seria necessário, alguns diretores convenceram os seus funcionários a trabalhar horas extraordinárias fundamentando que outros também o fariam para garantir a eficácia do esforço.


Em relação à componente salarial, alguns funcionários estariam a receber valores bem abaixo da média, no qual um programador júnior estaria a receber cerca de $700 por mês, cerca de 580 euros mensais.