Buscar
  • PM

A EA promete atacar o racismo e outros conteúdos ofensivos no FIFA com nova tecnologia

O teu apoio ajuda a manter o site online e a crescer ainda mais. Podes apoiar através do nosso Patreon, do Buy me a Coffee ou através de um Donativo. Obrigado pelo apoio!

​​​​​​A EA comprometeu-se a reprimir ainda mais os conteúdos racistas e outros conteúdos ofensivos no FIFA, e está a desenvolver novas tecnologias para combater as infracções no jogo.


O Eurogamer publicou hoje um relatório que descreve como os jogadores contornaram os filtros de nomes da FIFA 21 para exibir nomes ofensivos dos clubes, jogadores e comentários no modo Pro Clubs do jogo, com alguns exemplos vistos pelo Eurogamer aludindo a grupos de extrema-direita e promovendo a ideologia racista.


Os jogadores podem denunciar estas infracções no jogo, mas muitos jogadores relataram que tais nomes ainda prevalecem no jogo. Desde o lançamento do FIFA 21, a EA disse à Eurogamer que já proibiu mais de 9000 contas e emitiu mais de 25 mil avisos relacionados com conteúdos ofensivos no jogo.

fifa

A declaração completa da EA enviada à Eurogamer delineia a sua estratégia actual e a forma como planeia melhorá-la, implementando novas tecnologias nos próximos meses para resolver esta questão. "Tanto a Electronic Arts como a EA Sports estão empenhadas em tornar os nossos jogos e experiências divertidos, justos e seguros para todos. Filtramos conteúdos gerados pelos utilizadores em áreas como o chat no jogo e a Conta EA, nomes de jogadores e equipas, para bloquear textos profanos que possam ser utilizados para humilhar ou assediar".